Diário de Bordo: Viagem ao Brasil #4

Olá pessoal!!!

Voltamos ao nosso diário de bordo e vamos continuar a falar das nossas férias com a família do Brasil. No outro diário acabamos no dia 26 de dezembro. Então vamos continuar…

No dia 27 acordamos cedo para fazer o passeio mais esperado… pelos Cânions (Canyons) do Rio São Francisco. Algumas pessoas da família não puderam ir no passeio por questões de saúde. Mas mesmo assim os que puderam foram…

Chegamos no local, restaurante Karrancas, onde saem os catamarãs, lanchas e até helicópteros turísticos. Eu já tinha feito esse passeio há alguns anos, mas agora está muito mais organizado. Já na saída as coias são bem organizadas. Os grupos são chamados para entrar no barco por ordem de chegada, sem confusões. Gostei!!!

image

O dia no início estava meio nublado, mas ao longo do passeio foi melhorando. O passeio é muito tranquilo e tem um guia que vai dando indicações, informações e curiosidades da região.

Eu nunca conseguirei descrever por palavras esse passeio. Eu sempre falei deste passeio para o meu marido, mas ele agora pôde ver com seus próprios olhos a beleza do lugar. É realmente um dos melhores e mais belos passeios a fazer. Se ainda não foi, acho que tem que colocar naquela listinha de coisas para fazer antes de morrer… que mórbido… lol… hehehehehehe…

O barco vai até um ponto onde está tudo preparado e organizado para tomar banho no meio do rio (Quando eu fui da outra vez não tinha tanta estrutura, nem tanta proteção e segurança. Agora está bem melhor). Assim que chegamos resolvemos pegar uma canoa para ver mais de perto uma área que o catamarã não consegue entrar, pagamos mais 10 reais (na época alta) por isso, mas vale a pena. O único problema foi que a nossa canoa foi bem cheia com 10 pessoas e acabou sendo um passeio com mais emoção, porque se alguém mexesse parecia que íamos virar…. Hehehehehehehe…

image

Depois voltamos para a área preparada para banho e ficamos um tempo lá aproveitando um banho (gelado) no Rio São Francisco contemplando uma paisagem lindíssima a nossa volta. A área de banho é bem profunda com cerca de 10 metros de profundidade até uma rede de proteção e depois mais 30 metros. Por isso, eles nos disponibilizam aquelas boias tipo macarrões (esparguetes), assim podemos ficar tranquilos e aproveitar melhor o banho.

Tanto a ida quanto a volta do passeio duram cerca de 1 hora (cada). O barco tem toda estrutura necessária, como chuveiros, restaurantes, banheiros… E o passeio termina no mesmo restaurante da saída. Quando chegamos já tem almoço pronto para quem quiser, com muitas opções. Nós preferimos ir para o nosso hotel (Xingó Parque Hotel), porque ninguém estava com muita fome.

Então voltamos e aproveitamos a estrutura do hotel, a sala de jogos (que não está tão nova) e a piscina, que é bem grande. Ficamos por lá e fizemos um lanche na área da piscina mesmo. Ficamos no hotel até a hora do jantar, que foi numa pizzaria chamada Sparttacus e gostamos muito da comida. Lá tem um pouco de tudo, não é só pizza, e os preços também são bons (não estou ganhando nada por isso, apenas indico o que gostei).

IMG_5177

Depois voltamos para o hotel e fomos arrumar as coisas que no outro dia já tínhamos que voltar para Maceió. Mas antes da viagem ainda aproveitamos para conhecer a Usina Hidroelétrica de Xingó, mas isso fica para o próximo diário…

Bjinhos

Um comentário sobre “Diário de Bordo: Viagem ao Brasil #4

  1. Pingback: Diário de Bordo: Viagem ao Brasil #5 | Nick na Europa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *