Queijos de Portugal

Olá pessoal!!!

Portugal é um País de bons pastos e o pastoreio sempre esteve presente, quer como modo de subsistência, quer como atividade tradicional importante. E, é claro, que em terras de rebanho, o queijo é Rei.

Existem vários tipos de queijo em Portugal: fabricados com leite de ovelha, vaca, cabra ou da mistura deles. A consistência da pasta, o paladar e o grau de gordura, variam de região para região.

Fazer queijo é uma arte, que surge à mesa como importante elemento da gastronomia de cada região e que revela a perícia das mãos que lhe dão forma. E para proteger a qualidade dos tradicionais queijos portugueses foram criadas as Denominações de Origem Protegida (DOP) e Indicação Geográfica Protegida (IGP), indicações essas definidas na legislação da União Europeia (UE) para proteger nomes das cozinhas regionais. Ou seja, são únicos, só têm aquele sabor porque nasceram naquela paisagem. Isto ajuda aos territórios que pertencem criando emprego e valorizando o turismo local. Essa Lei protege também os nomes de vinhos, presuntos, embutidos (linguiças), azeites, cervejas, pães regionais, frutas e vegetais.

E que tal conhecer alguns desses deliciosos queijos, todos DOP e IGP:

Queijo de Azeitão: é um queijo de ovelha, oriundo da região de Azeitão, no distrito de Setúbal. Passam por um período de 20 dias de cura, sendo comum serem vendidos envolvidos em papel vegetal. A sua pasta é mole, possuindo um aroma e um sabor que se assemelham de certa forma aos do queijo da serra.

Queijo de cabra transmontano: é um queijo oriundo da região de Trás-os-Montes e Alto Douro. É um queijo de pasta muito dura, de cor esbranquiçada, apresentando alguns olhos. A coalhada é obtida usando coalho de origem animal. A maturação deste queijo dura no mínimo 60 dias, sendo os queijos lavados periodicamente durante esse processo.

Queijo de Nisa: é um queijo oriundo da localidade de Nisa, na região do Alto Alentejo. Fabricado com leite de ovelha, é um queijo semi duro curado, de cor entre o branco e o amarelo.

Queijo do Pico: é um queijo oriundo da Ilha do Pico, pertencente à Região Autónoma dos Açores. Fabricado com leite de vaca cru, é um queijo curado, obtido através do esgotamento vagaroso da coalhada, após a utilização de coalho de origem animal.

IMG_6527

Queijo Serra da Estrela: remonta ao séc. XII é o mais antigo dos queijos portugueses e dos mais afamados de todo o Mundo. Esteve presente nas mesas reais e foi mesmo evocado por Gil Vicente no séc. XVI. É um queijo de ovelha e para que atinja a qualidade desejada deve ser feito sempre da mesma ordenha. Atualmente, o fabrico (fabricação) do queijo e seu ritual são feitos de forma tradicional, como há centenas de anos.

Esses são só alguns exemplos porque a variedade é enorme. E os queijos também são muito utilizados na confecção de receitas, salgadas, mas doces também.

Uma das combinações mais “perfeitas” e com certeza é cara de Portugal é o Bolinho de Bacalhau recheado com Queijo da Serra da Estrela. A terra e o mar. As duas realidades mais antigas da nação portuguesa.

IMG_6528

E aí, deu água na boca?

Bjinhos

Texto produzido por Lívia Souza

 

Leia também:

Portugal: a terra do Bacalhau

Pratos típicos no Natal dos Portugueses!!!

O que não falta à mesa dos Portugueses?!?!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *