Gastronomia Portuguesa por Regiões: Trás-os-Montes e Alto Douro #2

http://www.freibadbeberrohrsen.de/?write-my-ad-analysis Olá pessoal!!!

see Como já falamos anteriormente aqui, a gastronomia portuguesa apresenta em cada região uma enorme variedade de receitas. Além dos variados pratos típicos, o modo de preparo também é muito diferente.

http://www.il-bandito.com/essay-emphatic-order/ Então vamos continuar conhecendo cada região de Portugal e sua gastronomia. Hoje falaremos da Região de Trás-os-Montes e Alto Douro.

follow link tras os montes - Douro

go here

http://wabihomes.com.au/project-management-assignment/ Situada no norte de Portugal, a região apresenta paisagens de rara beleza natural e rural, revelando uma terra rica em vinhas e em cereais, legumes e frutos que moldam a natureza com cores alternadas ao longo das estações, ora cobrindo-se do verde das vinhas e das oliveiras que produzem os melhores frutos para enriquecer uma gastronomia típica premiada com o título de Património da Humanidade, do branco ou rosa das amendoeiras ou das cerejeiras em flor e dos acobreados no outono.

Trás-os-Montes e Alto Douro é uma região onde se pode vivenciar experiências antigas como participar em vindimas, pisando as uvas. Passear de burro e avistar rebanhos protegidos pelo cão de gado. Ser chocalhada pelos “caretos”, que são personagens mascarados do carnaval de Trás-os-Montes e Alto Douro. Assistir à dança dos pauliteiros,  grupos de homens que bailam ritmos tradicionais da Terra de Miranda ritmada pelo cruzar dos paus que se entrechocam num som aterrador e guerreiro. Pode ainda ouvir música ao som das gaitas de foles.

go here Uma curiosidade desta região de Portugal, é que aí se fala o mirandês. A língua mirandesa é um idioma pertencente ao grupo asturo-leonês (ocidental), com estatuto de segunda língua oficial em Portugal, reconhecida oficialmente em 1999 e assim protegida. É falada por mais de 7 000 pessoas e por menos de 10 000, concentradas principalmente nos concelhos de Miranda do Douro, Vimioso, Bragança e Magadouro.

show my homework hockerill A região é também muito conhecida por suas águas “milagrosas”,  há muito apreciadas pelos romanos que lhes reconheciam propriedades terapêuticas ímpares.

http://pacificcrossroads.net/?assingn Há uma autenticidade na  http://www.apisalud.es/?bibtex-thesis-phd cozinha de Trás-os-Montes que nos remete de imediato para a sua paisagem e as suas gentes. Variada e colorida, a cozinha transmontana é o espelho da identidade da região. Para começar temos os queijos, o fumeiro e as azeitonas. Depois, suculentas carnes e o sempre espetacular bacalhau com pão de centeio ou broa, acompanhados sempre com um bom vinho do Planalto Mirandês. Entre os principais pratos da região, destracamos:

enter site http://ubackparadise.com/writing-literature-review-for-thesis/ Feijoada à Transmontana: Feita com feijão encarnado (vermelho), orelha, focinho e chispe (pé) de porco fumados (defumados), vários tipos de enchidos, tomate, couve e cenouras.

College Essay For Sale Review Best http://growtrees.org/joint-business-plan/ joint business plan Posta Mirandesa: Feita a base da carne de vitela da região, marcada pela sua qualidade internacionalmente reconhecida, é um prato com um bife alto e mal passado, acompanhado com batatas e com um molho a base de alho, louro, malagueta, azeite e vinagre.

view dissertation proposal hypothesis Javali no Pote: É preparado no velho pote de ferro fundido, depois de bem marinado com o bom vinho, louro, cebola, colorau, alho, limão, pingo, sal e aconchegado com saborosas castanhas.

http://www.hypehoodie.com/separation-of-church-and-state-essay/ Quanto aos doces, destacamos o tradicional here Doce de Castanhas; os http://www.docomomoiberico.com/?high-quality-essay-writing Pitos de Santa Luzia, que são deliciosas massinhas recheadas com doce de abóbora; e os http://www.hotelsb.eu/criminal-law-research-paper/ Cavacórios, feito a base de ovos e farinha de trigo, faz lembrar uma concha, com a particularidade de combinar uma massa seca com uma cobertura extremamente doce e que muitas vezes servem de taça para beber um pouco de Vinho do Porto.

Fotos montagem

http://www.papilouve.com/dissertation-recreation-survey/ 1. Cavacórios; 2. Doce de Castanhas; 3. Feijoada; 4. Pitos de Santa Luzia; 5. Posta Mirandesa; 6. Pote para o preparo do Javali.

go Motivos não faltam para conhecer essa região de Portugal: Boa comida, tradição, paisagens maravilhosas… um encanto que perdura na viagem de barco ou comboio (trem) percorrendo as margens do rio Douro, conduzindo a albufeiras e as verdadeiras e ímpares reservas naturais como o Parque Nacional Peneda-Gerês, e os Parques Naturais do Alvão, Douro Internacional e Montesinho.

http://imperialmaritime.com/?p=online-dating-writing-service Conheça os encantos de Portugal!!!

http://www.ngocacr.com/essay-writing-service-co-uk/ Bjinhos

go Texto por Lívia Souza

Um comentário sobre “Gastronomia Portuguesa por Regiões: Trás-os-Montes e Alto Douro #2

Deixe uma resposta

reflective essay assignment O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

watch

source url

http://kostkedawung.com/term-papers-hq/

how to do a science research paper

follow url

undergraduate personal statement help